PUB
CMPorto

Mário Cláudio vence Grande Prémio de Romance e Novela

Mário Cláudio vence Grande Prémio de Romance e Novela
A Associação Portuguesa de Escritores (APE) anunciou hoje que o vencedor do Grande Prémio de Romance e Novela é o escritor portuense Mário Cláudio, com a obra “Retrato de rapaz”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Trinta anos depois de ter sido premiado com “Amadeo”, Mário Cláudio volta a ser distinguido com este galardão literário, no valor de 15.000 euros.
O prémio, referente a obras publicadas em 2014, foi atribuído por maioria por um júri composto por José Correia Tavares, Ana Paula Arnaut, Isabel Cristina Mateus, Maria João Cantinho, Miguel Miranda e Miguel Real.
Nesta 33ª edição, eram finalistas as obras “Os memoráveis”, de Lídia Jorge, “Cláudio e Constantino”, de Luísa Costa Gomes, “Retrato de rapaz”, de Mário Cláudio, “No céu não há limões”, de Sandro William Junqueira, e “Impunidade”, de H.G. Cancela.
Mário Cláudio é um dos escritores mais premiados da literatura portuguesa, tendo-se dedicado à poesia, ao teatro, ao ensaio e ao romance, sobretudo o de cariz histórico.
O escritor portuense já havia vencido, em 1984, o Grande Prémio de Romance e Novela da APE, com “Amadeo”. Em 1998, conquistou o Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística, com “O pórtico da glória” e, em 2000, o Grande Prémio de Crónica APE com “A cidade no bolso”. A obra “Camilo Broca” valeu-lhe o prémio Fernando Namora e novamente o Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística. Em 2004, pelo conjunto da obra literária, foi-lhe atribuído o Prémio Pessoa.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile