PUB
Junta da Galiza

Mário Cláudio satisfeito com festa de emoções no festival Escritaria

Mário Cláudio satisfeito com festa de emoções no festival Escritaria

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O escritor portuense reconheceu que os cidadãos foram “inexcedíveis nas atenções” que lhe dedicaram durante o evento.

O romancista portuense Mário Cláudio destacou este domingo “a paisagem de afetos extraordinária” que o envolveu na oitava edição do Festival Literário Escritaria, em Penafiel, onde foi homenageado ao longo dos últimos dias. O evento integrou várias atividades sobre a vida e obra do escritor, que, aliás, apresentou o seu mais recente livro, “Astronomia”, na passada sexta-feira.
A arte de rua, realizada, este ano, por estudantes do concelho, e os inúmeros momentos de música e teatro voltaram a invadir as ruas da cidade. De salientar ainda que a imagem de Mário Cláudio passou a constar do Muro do Escritaria, juntamente com a dos restantes autores homenageados desde 2008, ano da primeira edição: Urbano Tavares Rodrigues, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Mia Couto, António Lobo Antunes, Mário de Carvalho e Lídia Jorge. Em declarações à Lusa, o romancista reconheceu que as pessoas foram “inexcedíveis nas atenções” que lhe dedicaram e “inteligentes” na análise do seu trabalho literário. A propósito da importância do Escritaria no plano literário nacional, o portuense defendeu que o certame “conseguiu pôr a literatura portuguesa contemporânea no mapa de Portugal”. “É indiscutivelmente, hoje em dia, a capital da literatura portuguesa e isso é um feito extraordinário, quase miraculoso”, destacou.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem