PUB
CMPorto

Maria Amélia Ferreira é a nova diretora da FMUP

Maria Amélia Ferreira é a nova diretora da FMUP
Eleita para um mandato de quatro anos, a professora catedrática Maria Amélia Ferreira é a primeira mulher a liderar a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) em 189 anos de história.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“Manter a FMUP como um centro de excelência na aprendizagem, na criação e valorização do conhecimento, para a formação dos médicos”, tendo como “marcas de referência os estudantes, o conhecimento, a criatividade, a compaixão e a ética”, constitui o plano de ação de Maria Amélia Ferreira, que foi hoje eleita diretora daquela faculdade para um mandato de quatro anos (2014-2018).
Nascida a 27 de fevereiro de 1955 em Vila Nova de Gaia, Maria Amélia Ferreira licenciou-se em 1978 pela FMUP e obteve o doutoramento pela Universidade do Porto em 1985, tendo ocupado o cargo de professora catedrática da FMUP em 1993.
Em 1998, obteve o “postgraduate diploma” em Educação Médica da Universidade de Cardiff, sendo mestre nesta área científica pela Universidade de Lisboa desde 2000.
Dirigiu o Centro de Educação Médica da FMUP desde 2002, até constituir o atual Departamento de Educação e Simulação Médica, e desde há quatro anos que lidera o curso de Medicina da FMUP, tendo sido responsável pela reforma curricular em curso.
Em comunicado, a FMUP afirma que Maria Amélia Ferreira tem ocupado diversos cargos de governo da faculdade, sendo destacada como “precursora da estratégia de internacionalização institucional, através da implementação dos programas de mobilidade e de cooperação internacional” da instituição de ensino, tendo ainda promovido os Programas Intergovernamentais de Cooperação na área da Medicina entre Portugal e Angola e a constituição da Rede de Educação Médica em Língua Portuguesa.
Em 2011, graças à sua vasta experiência no âmbito da Educação Médica em Portugal e no estrangeiro, obteve o Prémio Educação da Fundação Calouste Gulbenkian.
Maria Amélia Ferreira é a sucessora do pneumologista José Agostinho Marques, que dirigiu a FMUP nos últimos sete anos.
De acordo com a FMUP, a tomada de posse da nova diretora será marcada após homologação dos resultados da eleição pelo reitor da Universidade do Porto.
Em 2014, e pelo sétimo ano consecutivo, a FMUP obteve a nota mais alta de acesso ao ensino superior do país e, nos últimos 14 anos, liderou 13 vezes o “ranking das Faculdades mais exigentes”, com notas que oscilaram entre os 181,0 e os 187,5 valores.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem