PUB
Santander Saúde

Mais quatro pessoas contaminadas por bactéria multirresistente no Hospital de Gaia

Mais quatro pessoas contaminadas por bactéria multirresistente no Hospital de Gaia
O número de doentes infetados com Klebsiella Pneumoniae passou de 13 para 17.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O Hospital de Gaia anunciou esta quarta-feira ter identificado mais quatro pacientes contaminados com Klebsiella Pneumoniae, a bactéria multirresistente que já causou a morte a três pessoas. Em comunicado enviado às redações, a unidade hospitalar explicou ter em curso um “rastreio universal” em enfermarias de alto risco (Medicina Interna, Pneumologia e Especialidades Cirúrgicas).
De recordar que, na semana passada, o hospital confirmou a existência de mais de 30 doentes portadores da bactéria, que terá surgido em consequência do uso de antibióticos. A Klebsiella Pneumoniae é de rápida disseminação, transmite-se pelo toque e sobrevive na pele e no meio ambiente. A responsável do Grupo Coordenador Local do Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobiano do Centro Hospitalar Gaia/Espinho disse, na altura, que se encontravam internadas, em isolamento, 13 pessoas, número que subiu, agora, para 17. A instituição hospitalar assegura que “foram elaborados circuitos destinados a doentes e portadores” da bactéria para “evitar” a sua disseminação, pelo que “não há motivo de alarme para a população e para os utentes”.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz