PUB
Recheio 2024 Institucional

Mais Imaginarius apresenta 21 artistas emergentes em estreia

Mais Imaginarius apresenta 21 artistas emergentes em estreia

O 18º Imaginarius – Festival Internacional de Artes de Rua de Santa Maria da Feira arranca na quinta-feira e vai apresentar, na sua secção dedicada a talentos emergentes, 21 artistas em estreia nacional, selecionados entre 295 candidaturas de 48 países.

O Mais Imaginarius é uma secção do festival Imaginarius que funciona como uma competição em que artistas e coletivos em início de carreira trabalham sem cachê (a organização apenas apoia as despesas com viagens, estadia e alimentação). O melhor espetáculo será premiado e convidado a apresentar uma produção própria no festival do ano seguinte, já devidamente remunerada.

“Selecionámos 21 projetos para disputarem essa oportunidade de conceber um espetáculo novo em residência artística no Imaginarius Centro de Criação”, anunciou Gil Ferreira, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, entidade que organiza o festival.

De acordo com o responsável, “as propostas deste ano envolvem uma oferta diversificada e nas nossas escolhas o objetivo é sempre a intervenção no espaço público, seja através da apresentação destes espetáculos em espaços diferenciados, seja através do envolvimento da audiência nas próprias performances”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“Adrift”, com os britânicos Kapow a combinar dança e circo numa performance intimista com preocupações ambientais, e “Trashpeze”, em que os finlandeses Wise Fools criarão suspense com técnicas circenses entre estruturas aéreas, são alguns dos destaques do Mais Imaginarius de 2018.

Já o coletivo belga Les Espaces Cyclophones apresentará uma instalação sonora em que vários mecanismos interativos funcionarão como um desafio intergeracional e a companhia italiana L’Abile Teatro dará a conhecer “Mago per svago” e como um número de magia pode evoluir para uma competição, quando o assistente do ilusionista mostra saber superá-lo.

“No fundo, estes artistas estão, por um lado, a disputar um prémio que lhes garantirá um lugar no programa de 2019 e, por outro, a beneficiar do prestígio de já integrarem agora uma edição do Imaginarius, com todos os contactos que isso lhes proporciona”, resume Bruno Costa, diretor artístico do festival.

O programa completo do 18.º Imaginarius apresentará, de quinta-feira a sábado (dia 26 de maio), 300 artistas de 17 países, em representação de 37 companhias e criadores individuais. Estão previstas 195 apresentações para os 40 espetáculos em cartaz, 24 dos quais em estreia nacional e 11 em estreia absoluta.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile