PUB
Recheio 2024 Institucional

Local icónico para adeptos do FC Porto dá lugar a novo hotel

Local icónico para adeptos do FC Porto dá lugar a novo hotel

A emblemática sede do Futebol Clube do Porto que ficava no primeiro andar do prédio n.º 325, situado na Praça General Humberto Delgado, dá agora lugar a um renovado hotel. Local recheado de histórias ligadas a atletas e associados do clube, foi um marco na cidade do Porto durante várias gerações.

As suas portas abriram pela primeira vez no final de março de 1933 depois da realização de algumas obras a cargo de Eduardo Coutinho (arquiteto e antigo sócio do FC Porto). Na época Sebastião Ferreira Mendes assumia a presidência do clube e a primeira reunião de Direção neste local teve lugar, precisamente, a 30 de março de 1933.

A antiga sede do Futebol Clube do Porto distinguia-se pelo mobiliário refinado e decoração requintada, assim como pelas suas diferentes funcionalidades. Aqueles que se dirigiam ao espaço encontravam uma sala de leitura, para sócios, bar, sala de espera, sala de secretaria/balcão de atendimento, sala de direção e sala dos chefes secção.

O elemento pelo qual era mais conhecida era, sem dúvida, o salão de bilhar, destacando-se também a sala de troféus, a primeira que melhor serviu, em termos estéticos e expositivos, a importância do clube, e o ginásio (utilizado por atletas do clube – boxe, por exemplo) servido por bengaleiro, vestiário e chuveiro.

Entre as décadas de 1930 e 1970 foi o local eleito para celebrar as vitórias das várias equipas e atletas de diferentes modalidades. O maior mediatismo recaía, naturalmente, sob as mais populares durante o referido período: futebol, ciclismo e andebol. Multidões dirigiam-se até à Praça General Humberto Delgado para brindarem com vencedores/campeões a partir da varanda da sede.

Foram vários os momentos importantes que marcaram a história da antiga sede do Futebol Clube do Porto, entre os quais:

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
  • A receção com «Porto de Honra» em homenagem aos Campeões Nacionais de futebol de 1934-1935;
  • Em 1951, quando Amália Rodrigues visitou o Porto para atuar no Coliseu a favor da construção do Estádio das Antas, foi recebida pelos dirigentes do clube na sede;
  • A receção aos juniores do FC Porto vencedores do Torneio de Limoges (França), a primeira grande conquista internacional do clube nas categorias de formação do futebol, em maio de 1966;
  • A 10 de maio de 1967 é inaugurada a Sala-Museu do FC Porto;
  • O lendário ciclista Eddy Merckxx visita a Sala-Museu na Sede do FC Porto, recebido pelo presidente Afonso Pinto de Magalhães, em maio de 1971;
  • A Taça da Europa de bilhar organizada pelo FC Porto em 1994 e 1998 na «sede dos Aliados».

Em 1982, a sede do FC Porto é transferida para o Estádio das Antas, mantendo-se em atividade nos Aliados a secção de bilhar azul e branca.

Da antiga sede ficou no novo hotel Axis Porto Club o charme e a história do edifício. Esta unidade hoteleira procurou manter, retratar e homenagear a história da relação entre o clube e a cidade Invicta.

Estes aspetos refletem-se nas obras de Ester Monteiro, escultora e artista portuense, que se encontram expostas nos corredores do hotel, como a conquista da Liga dos Campeões do FC Porto; e na escadaria que percorre todo o edifício, onde é possível encontrar referências a essa relação, como é o caso do excerto do poema “Aleluia” do portuense Pedro Homem de Melo, criado no final da década de 60.

A decoração também remete para a memória do espaço, icónico para o clube, notando-se isso mesmo em detalhes como a utilização dos tons de azul e dourado, um estilo elegante e citadino, alguns tacos de bilhar ou um ecrã junto da receção, onde os hóspedes podem descobrir mais sobre o Museu do Futebol Clube do Porto.

Foto de capa: Site Axis Porto Club

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem