PUB
Recheio 2024 Profissional

Liga dos Campeões: FC Porto sai derrotado de Barcelona (2-1), em noite de São Cancelo

Liga dos Campeões: FC Porto sai derrotado de Barcelona (2-1), em noite de São Cancelo

Esta terça-feira, 28 de novembro, foi noite de Liga dos Campeões, mas a sorte não sorriu aos dragões. Em visita ao Estádio Olímpico Lluís Companys, o FC Porto perdeu com o FC Barcelona (2-1), em jogo a contar para a 5ª jornada do Grupo H da competição de clubes mais prestigiada do futebol europeu.

O jogo até começou de feição à equipa de Sérgio Conceição. Era importante entrar bem no jogo, sendo que uma vitória em terras catalãs carimbava, automaticamente, a passagem do FC Porto aos oitavos de final da prova.

Aos 8 minutos, até foi o Barça que deu o primeiro sinal de perigo, com um remate fora da área de Raphinha, que saiu saltitão, mas não ao ponto de enganar Diogo Costa, que, mais uma vez, rubricou uma boa exibição na baliza portista.

O jogo prosseguiu relativamente dividido, mas quem introduziu a bola na baliza, pela primeira vez, foi mesmo o FC Porto. À passagem dos 26 minutos, num lance às três tabelas, João Mário cruza com o pé esquerdo, para desvio de Evanilson, que, por sua vez, faz a bola chegar a Mehdi Taremi, que empurra para o fundo das redes dos culers.

Cantava-se golo em tons de azul e branco, mas para desalento da equipa portuguesa, o avançado iraniano estava ligeiramente adiantado, pelo que o golo foi prontamente invalidado.

Há quem diga que primeiro vem o rascunho e só depois a obra, sendo que, neste caso, essa condição verificou-se. Aos 30 minutos, num lance de insistência do FC Porto, Galeno remata para defesa do guarda-redes do Barça,  deixando assim a bola à mercê de Pepê. Com um remate cruzado ao canto inferior esquerdo, o internacional brasileiro fez os portistas sorrir, mas desta vez era a valer. Estava feito o 1-0.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Ainda se cantava golo no banco dos dragões, até que João Cancelo, jogador do FC Barcelona e da seleção portuguesa, fez questão de silenciar os festejos, prontamente. Dois minutos depois, aos 32, o lateral fintou João Mário e assinou um golo de belo efeito, estabelecendo, novamente, a igualdade. 1-1.

Chegou ao fim o primeiro tempo e o árbitro Daniele Orsato encaminhou os jogadores para as cabines. Depois do período de descanso, era altura de começar a segunda parte e, ao fim de pouquíssimos segundos, já se faziam soar as sirenes de perigo na baliza portista. Na reposição de bola, João Félix teve o esférico à sua disposição, rematando violentamente contra a barra da baliza defendida por Diogo Costa.

Passou o susto, mas o pior acabaria mesmo por acontecer. Aos 57 minutos, num lance com assinatura portuguesa, João Cancelo, o homem do jogo, cruzou rasteiro para João Félix, que, num remate com mais colocação do que força, empurrou a bola para o fundo das redes. 2-1 para o FC Barcelona.

Até ao fim do jogo, o Barça foi sempre criando mais perigo, obrigando o guarda-redes portista a fazer um punhado de boas intervenções. Destaca-se, por exemplo, a agilidade com que Diogo Costa parou o remate acrobático de Raphinha, aos 88 minutos. 

Soou o apito final e confirmou-se o que ninguém desejava: derrota do FC Porto. Ao perder em terras catalãs, o FC Porto vê-se obrigado a pontuar, na última jornada do Grupo H da Liga dos Campeões, em que recebe o Shakhtar Donetsk, no Estádio do Dragão. O jogo decisivo entre portugueses e ucranianos acontece no dia 13 de dezembro, quarta-feira, a partir das 20h.  

Foto: Pixabay / Pexels

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile