PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce

Jovens cientistas portugueses na maior competição pré-universitária do mundo

Jovens cientistas portugueses na maior competição pré-universitária do mundo
Cinco portugueses vão participar na Feira Internacional de Ciência e Engenharia 2014, que decorrerá em Los Angeles, entre os dias 11 e 16 de maio.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A Fundação da Juventude vai levar cinco jovens portugueses à Intel ISEF – Feira Internacional de Ciência e Engenharia 2014, que decorre de 11 a 16 de maio, em Los Angeles, Califórnia. Os investigadores desenvolveram os projetos “Creme de Bacteriófagos: Medida preventiva de Propagação e Contágio de Doenças causadas por Bactérias” e “TBox”, que conquistaram o terceiro e quarto lugar, respetivamente, no 21.º Concurso Nacional para Jovens Cientistas e Investigadores 2013, ganhando a oportunidade de participar em certames internacionais.
De realçar que a Intel ISEF é a maior competição mundial a nível do ensino secundário, na qual participam mais de 1600 estudantes de mais de 70 países, regiões e territórios e cujos prémios ascendem a mais de 4 milhões de dólares. A participação nacional neste certame conta com os apoios da Fundação Luso-Americana (FLAD), da Direção Geral da Educação, da Fundação EDP e da Ciência Viva.
O projeto “Creme de Bacteriófagos: Medida preventiva de Propagação e Contágio de Doenças causadas por Bactérias”, da autoria de Ana Rita Monteiro e Beatriz Quiaios, do Colégio Valsassina, em Lisboa, consiste na criação de um creme concentrado em bacteriófagos que destrói as bactérias mais abundantes nas mãos de modo a diminuir a probabilidade de ser infetado por bactérias nocivas e prevenindo a contração de infeções bacterianas. André Ferreira, Gonçalo Pires e Ricardo Nunes, da Escola Secundária de Oliveira do Bairro, foram os autores do “TBox”, projeto na área das Engenharias que passa pela construção de um dispositivo eletrónico que pretende melhorar a qualidade de vida dos seus utilizadores, reduzindo o tempo de acionamento de meios de emergência, uma vez que, aliando as telecomunicações com GPS à deteção de movimento, permite fazer localização em tempo real e identificar ausência de movimento.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce