Philips

João Vieira Pinto e José Veiga condenados por fraude fiscal

João Vieira Pinto e José Veiga condenados por fraude fiscal

Ainda no âmbito deste processo, o coletivo de juízes presidido por Helena Susano decidiu condenar apenas José Veiga por um crime de branqueamento de capitais. Na acusação elaborada pelo Ministério Público, os arguidos eram apontados como tendo promovido «um esquema» que permitiu a João Vieira Pinto «não pagar impostos» no prémio de assinatura de 4,2 milhões de euros pagos ao ex-futebolista, através de uma empresa sedeada no Reino Unido, de nome Goodstone.
Apesar de condenados, os arguidos foram agraciados com pena suspensa, sendo que, quanto ao montante de 508.867 euros retidos pelo Tribunal Central de Instrução Criminal em outro processo movido contra João Vieira Pinto e entretanto desbloqueados por despacho judicial, o MP defende que «sejam, declarados a favor do Estado».

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.