Philips

João Garcia Miguel regressa aos espaços do TNSJ com a estreia de “Um Plano do Labirinto”

João Garcia Miguel regressa aos espaços do TNSJ com a estreia de “Um Plano do Labirinto”

Depois de “DQ – Éramos todos nobres cavaleiros a atravessar mundos apanhados num sonho” (2001), “Ruínas – Um Espectáculo Museu” (2005), “Burgher King Lear” (2007), “Filho da Europa” (2010) e “La Vida Es Sonho” (2015), João Garcia Miguel está de regresso aos espaços do Teatro Nacional São João (TNSJ).

Desta feita, com “Um Plano do Labirinto”, uma criação que junta a irreverência do encenador às palavras do conceituado dramaturgo Francisco Luís Parreira. O espetáculo – um polifónico conto mitológico sobre a diáspora portuguesa no século XX, no Oriente e em África – estreia esta quinta-feira, dia 9 de janeiro, no Teatro Carlos Alberto (TeCA), “abrindo”, assim, a temporada de 2020 da instituição.

“O texto – com aspirações autobiográficas de Francisco Luís Parreira, ainda que as falas e peripécias sejam consciente transformadas – interroga os espectadores sobre a verdade e a mentira de muitas histórias recolhidas na «nossa» guerra do «Ultramar»”, recordam os promotores.

A peça vai estar em cena até ao dia 19 de janeiro e pode ser vista à quarta-feira e sábado, às 19h00, quinta e sexta-feira, às 21h00, e ao domingo, às 16h00.

O preço dos bilhetes é de 10 euros.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes