PUB
CIN - Branco Perfeito

Jerónimo Martins ocupa posição de topo em ranking climático mundial

Jerónimo Martins ocupa posição de topo em ranking climático mundial

Pelo quarto ano consecutivo, o Grupo Jerónimo Martins ocupa o primeiro lugar do CDP – Disclosure Insight Action, a nível mundial, no setor do retalho alimentar pela qualidade do seu desempenho e pela transparência do seu reporte – no combate às alterações climáticas, na gestão da água enquanto recurso crítico e no combate à desflorestação.

Em comunicado enviado à VIVA!, o grupo salienta que, nos três programas avaliados, obteve a “classificação máxima (A) no combate às alterações climáticas (Climate Change) e o nível de liderança (A-) tanto na gestão da água enquanto recurso crítico (Water Security) como na gestão das commodities mais associadas ao risco de desflorestação (Forests): óleo de palma, madeira, gado bovino e soja”. Foi o único retalhista alimentar, a nível mundial, a atingir uma classificação tão elevada.

Adicionalmente, recebeu, também, o nível máximo (A) pela forma como integra a sustentabilidade na sua estratégia de negócios, e pela identificação e divulgação das suas práticas de gestão do risco associadas a estes temas.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“Sermos líderes mundiais no nosso sector, pelo quarto ano consecutivo, demonstra a solidez e consistência com que temos vindo a incorporar as preocupações com a sustentabilidade na forma como conduzimos os nossos negócios e é o reconhecimento do rigor e transparência que colocamos na nossa comunicação sobre estas matérias”, afirma Pedro Soares dos Santos, presidente e administrador-delegado do Grupo Jerónimo Martins.

Os responsáveis acreditam que os resultados em causa refletem as “boas práticas do Grupo Jerónimo Martins na gestão da relação entre prosperidade económica, desenvolvimento social e preservação ambiental”, que têm vindo a ser reconhecidas internacionalmente com a inclusão em mais de 120 índices de sustentabilidade, entre os quais o Eurozone 120 e Europe 120, ambos da Euronext Vigeo-Eiris, ou os FTSE4Good Developed e Europe Indexes.

De referir que o CDP é uma organização sem fins lucrativos que incentiva empresas e cidades a medir e gerir oportunidades e riscos em matérias de ambiente e de alterações climáticas. Anualmente, recolhe informação através dos seus programas “Combate às alterações climáticas”, “Florestas” e “Gestão da água enquanto recurso crítico”. Em 2023, a avaliação do CDP abrangeu mais de 23.000 empresas de todo o mundo, que representam dois terços da capitalização bolsista global.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile