PUB
Recheio 2024 Institucional

iUP25k

iUP25k
U.Porto dá oportunidade de fazer de uma ideia inovadora muito mais do que isso

A Universidade do Porto (U.Porto) lança, até ao dia 3 de abril, a oportunidade de concorrer ao Concurso de Ideias de Negócio, o iUP25k. Os concorrentes precisam apenas de ter um espírito de inovação apurado, uma ideia de negócio inovadora e arrojada nas áreas da ciência ou tecnologia, vontade de rentabilizar a ideia no mercado e ter uma ligação à U.Porto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A sétima edição do iUP25k é promovida pela U.Porto Inovação e pelo Clube de Empreendedorismo (CEdUP) e é um instrumento de sensibilização para o empreendedorismo e criação de novas empresas que tenham por base processos de exploração de conhecimento e inovação gerados nesta instituição de ensino. Desta forma, pretende-se estabelecer uma rampa de lançamento para que as ideias “made in U.Porto” possam transformar-se em grandes negócios.
Em disputa está um prémio num valor total de 25 mil euros (patrocinado pelo Banco Santander Totta), que será dividido pelas três melhores ideias apresentadas – 15 mil euros para a melhor ideia e 5 mil euros para as duas restantes.
A participação no concurso exige que pelo menos um dos elementos da equipa tenha, ou tenha tido, uma ligação à U.Porto. Os candidatos devem preencher um formulário de candidatura (presente no site do programa) e submeter um vídeo, com duração até três minutos, sobre a ideia de negócio.
No dia 21 de abril serão divulgadas as 25 ideias finalistas. Segue-se uma apresentação dos finalistas, o que vai possibilitar aos peritos o contacto direto com as ideias a concurso. O dia 5 de maio será a data derradeira, onde serão divulgadas as dez ideias finalistas.
iup25kA sessão oficial do iUP25k ocorre no final do mês de maio, numa data ainda a definir, numa sessão onde as ideias finais vão competir pelos prémios a concurso.
Como aconteceu em anos anteriores, existirá um prémio especial para a melhor ideia na área das tecnologias de informação, a que se junta pela primeira vez uma distinção para a melhor ideia comunicação e melhor ideia na área da energia.
Na edição passada, de 2015, o primeiro prémio foi conquistado pelo projeto FaceDecode – We make faces. A tecnologia premiada, desenvolvida por investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, permite criar avatares “de forma mais simples e rápida”. O objetivo é que qualquer pessoa possa criar avatares de forma simples, barata e divertida. O utilizador consegue gerar a sua versão virtual em cerca de duas horas ou menos (estima-se que, no futuro, este tempo baixe para cerca de 15 minutos), e aplicá-la em conteúdos digitais, filmes, videojogos ou performances ao vivo.
No final de 2015 a equipa apresentou a tecnologia no WebSummit como “beta participants”.
De lembrar que a WebSummit é uma das conferências mundiais mais importantes na área da tecnologia, onde estão representadas as 500 maiores empresas de todo o globo.
2016 é o primeiro ano que a capital portuguesa, Lisboa, irá receber este evento, que ficará em terras nacionais até 2018.
Espera-se que a iniciativa junte cerca de 40 mil participantes, mais de duas mil empresas, mil investidores e 650 oradores das maiores tecnológicas globais. O apoio público que será dado a este evento ascende a 1,3 milhões de euros por ano, totalizando 3,9 milhões para as três edições.
A 7.ª edição do iUP25k tem como patrocinador oficial o Santander Totta e conta com a ANJE, a Câmara do Porto, a KIC Innoenergy, a Microsoft, a Patentree, a Porto Business School, a Portugal Ventures, a PwC Portugal, a Starpup Pirates e a UPTEC como parceiros.

Texto: Raquel Andrade Bastos

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem