CIN - VinylMatt

iServices oferece telemóveis ao Centro Hospitalar de São João

iServices oferece telemóveis ao Centro Hospitalar de São João

Com vista a criar uma ponte entre doentes internados com Covid-19 e os seus familiares, a empresa iServices entregou 50 telemóveis (iPhones) ao Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, e também ao Centro Hospitalar Universitário de Lisboa.

Os equipamentos vão ser usados pelos doentes internados com Covid-19 que se encontram em situação de isolamento e sem possibilidade de visitas.

Desta forma, todos os doentes vão poder efetuar videochamadas com os seus familiares e amigos mais próximos.

“Sabemos que muitos doentes que se encontram internados não possuem smartphones e muitos deles estão a recorrer à boa-vontade dos médicos e enfermeiros, que cedem os seus telemóveis pessoais, para que estes estabeleçam contactos breves com os seus familiares. Considerámos que esta situação pode causar desconforto adicional aos doentes e no âmbito da nossa atividade e missão quisemos cooperar”, afirma Bruno Borges, CEO e fundador da iServices.

“A oferta destes telemóveis é definitiva e, quer o responsável do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa, quer o responsável do Centro Hospitalar Universitário de São João no Porto, já nos manifestaram o agradecimento e indicaram-nos que estes iPhones irão certamente, aproximar os utentes dos seus familiares, tornado o seu internamento mais agradável. Esperamos que esta contribuição possa ter um impacto positivo no dia a dia destes doentes e, quem sabe, na sua recuperação mais rápida”, acrescenta Bruno Borges.

No âmbito desta iniciativa, a empresa portuguesa lança também um apelo à comunidade: “quem tenha telemóveis usados que não precise, pode entregá-los à iServices que faremos a respetiva desinfeção e preparação para os oferecer aos hospitais e a outras instituições onde existem, atualmente, pessoas privadas de contacto com os seus familiares, como é o caso dos lares de terceira idade.”

De referir que o número de casos de Covid-19 em Portugal subiu para 11730 esta segunda-feira, mais 452 casos do que no domingo. Há 311 vítimas mortais, um aumento de 16 óbitos em relação aos dados divulgados no domingo.

O número de recuperados é de 140 e há 4500 pessoas a aguardar resultado laboratorial. Ainda de acordo com o boletim divulgado pela Direção-Geral de Saúde, há 1099 pessoas internadas com Covid-19 e 270 estão internadas em unidades de cuidados intensivos.

A região Norte continua a ser a que contabiliza mais casos confirmados de infeção (6706) e mais mortes (168).

Lisboa é o concelho com mais casos (699), seguido do Porto (689), Vila Nova de Gaia (518), Gondomar (489), Maia (444), Matosinhos (400) e Valongo (364).

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem