PUB
CIN - Branco Perfeito

Instabilidade na Argélia pode afetar fornecimento de gás a Portugal

Instabilidade na Argélia pode afetar fornecimento de gás a Portugal

Ao longo de uma audição na comissão de Defesa, na qual esteve acompanhado pelo diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), o secretário-geral do SIRP abordou questões de âmbito internacional, mencionando o acompanhamento que os serviços têm feito da situação no Magrebe, no Médio Oriente e na China. Em declarações à Lusa, fontes parlamentares adiantaram ainda que Júlio Pereira abordou os confrontos e a operação militar francesa no Mali, afirmando que os serviços (nomeadamente o SIED) estão a acompanhar a evolução da situação há bastante tempo e que têm recebido “informação de qualidade”. De acordo com o responsável, a instabilidade vivida naquela zona pode trazer consequências negativas para Portugal no abastecimento de gás e petróleo, caso se registe um agravamento do conflito. O gás natural está a merecer especial preocupação de Júlio Pereira pelo facto de ser importado quase totalmente da Argélia (49%) e da Nigéria (48%), sendo que, no país, só existem reservas para vinte dias, em caso de rutura no fornecimento.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem