RECHEIO 50 ANOS

Insania doa 200 máscaras ao estabelecimento prisional de Custóias

Insania doa 200 máscaras ao estabelecimento prisional de Custóias

As máscaras de proteção aos trabalhadores do estabelecimento prisional de Custóias foram produzidas por 10 costureiras em Vila Nova de Gaia, que a empresa de comércio eletrónico contratou especificamente para o efeito.
 
Apoiar os profissionais que mais necessitam nesta fase de pandemia e ajudar a economia local. Estes foram os objetivos da ação levada a cabo pela Insania, empresa portuguesa que se dedica ao comércio eletrónico no setor de gadgets, presentes e utilitários originais.

“Estas costureiras estão em casa, desempregadas, uma vez que ficaram sem trabalho porque as lojas fecharam, pelo que estamos também a ajudar muitos dos que estão com maior ou menor dificuldade devido à Covid-19”, explica Sofia Alexandre, da direção do Insania.

De referir que as máscaras são 100% algodão, laváveis na máquina a 60 graus e são reutilizáveis.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem