PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce

Hotelaria e restauração reclamam aumentos salariais de 3%

Hotelaria e restauração reclamam aumentos salariais de 3%
“Há condições nos hotéis para aumentar os salários dos trabalhadores e não o têm feito”, lamentou o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria do Norte.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Cerca de cem trabalhadores do setor da hotelaria e restauração apelaram, esta segunda-feira, no Porto, a um aumento salarial de três por cento, num mínimo de 30 euros, acusando o patronato de se “aproveitar da política do Governo” para congelar as remunerações. De acordo com o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria do Norte, Francisco Figueiredo, 2014 é “o terceiro ano consecutivo” sem aumentos salariais no setor, apesar de 2013 ter sido “o melhor ano turístico de sempre para Portugal”. “Os hotéis tiveram 14,4 milhões de turistas, 141,7 milhões de dormidas e um aumento dos proveitos totais de 5,4% e de 6,4% por aposento. Há condições nos hotéis para aumentar os salários dos trabalhadores e não o têm feito”, lamentou o responsável.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz