PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Hospital de São João tem nova app para grávidas

Hospital de São João tem nova app para grávidas

As urgências de Ginecologia e Obstetrícia melhoraram em cerca de 30%, no Hospital de São João, no Porto. Em termos práticos, isso significa mais duas salas de partos e mais reanimadores de recém-nascidos.

Tal como refere a diretora do serviço de urgência de Ginecologia/Obstetrícia da Unidade Local de Saúde do São João (ULSSJ), Elsa Calado, acrescentaram-se duas salas às cinco que já existiam.

Com base nas palavras da própria, “todas foram remodeladas de forma a permitir o acompanhamento permanente e individual da grávida, bem como acesso a meios audiovisuais personalizados”. A própria acrescenta ainda que as salas agora têm maior “conforto e privacidade” (via CNN).

Antes deste novo acrescento, as mulheres esperavam numa sala, juntamente com o pai do bebé, em situações de trabalho de parto. Hoje em dia, o contexto irá ser diferente. 

Tal como cita a CNN, partindo das palavras de Elsa Calado, “agora as salas são individualizadas e os pais podem, por exemplo, escolher a música que querem ouvir ou que canal de televisão sintonizar. Os quartos novos são maiores e com espaço para as senhoras caminharem”.

As melhorias foram também em termos tecnológicos. Antes, havia três reanimadores para todo o serviço, a partir de agora haverá sete. Ou seja, um por cada sala.

Como é descrito por Elsa Calado, estes aparelhos são “de última geração, essenciais no auxílio aos neonatologistas quando um bebé precisa de assistência médica à nascença”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Recorde-se que as melhorias a serem feitas no Hospital de São João encontram-se abrangidas pelo programa Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS).

De acordo com a Lusa, também as salas de observação destinadas a pacientes de ginecologia e obstetrícia foram alvo de melhorias. Aqui, nasceu uma app, chamada “Nascer São João”. Esta, naturalmente, destina-se a grávidas e mães que acabaram de dar à luz.

Como refere a diretora do serviço de Obstetrícia, Marina Moucho, “enquanto aguardam o nascimento do bebé, muitas grávidas recorrem à Internet para saber mais sobre gravidez, por isso, consideramos importante que as mulheres pudessem aceder a informação fidedigna e credível, validada pelos nossos profissionais” (via CNN).

A aplicação deverá ter conteúdos relativos a seis áreas diferentes. Entre estes:

  • Gravidez Saudável
  • Preparar o Parto
  • O parto
  • Recuperação Pós-Parto
  • Cuidados ao Bebé
  • Aleitamento Materno

Para além disso, é também possível visitar o Boletim da Grávida Digital. Aí, é possível ver registos de análises e ecografias.

Fotografia: Pexels

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz