Santander Escolhas 2

Hospital de São João debate a prevenção do suicídio

Hospital de São João debate a prevenção do suicídio

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) vai associar-se à comemoração do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, organizando uma conferência sobre o tema, esta sexta-feira, dia 9, pelas 10h.

A iniciativa terá lugar na Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, proferida por Miguel Bragança, professor da FMUP e diretor do Serviço de Psiquiatria deste hospital e moderada por António Sarmento, também professor da FMUP e representante do hospital no Centro Académico Clínico do Porto.

De acordo com a nota de imprensa, este dia pretende difundir a ideia de que é possível prevenir o suicídio. “Todos os anos, o suicídio está entre as 20 principais causas de morte no mundo para pessoas de todas as idades. É responsável por uma em cada 100 mortes em todo o mundo e representa mais que o somatório das mortes em guerras e homicídios”, alerta o documento.

A nota explica que cerca de 90% das pessoas que cometem suicídio estão deprimidas, sendo a “depressão, indiscutivelmente, a patologia nuclear que serve de pano de fundo a estes comportamentos”.

Neste contexto, o CHUSJ “criou uma área de intervenção específica para o tratamento da depressão resistente” e além do tratamento farmacológico disponível e das várias abordagens psicoterapêuticas e psicossociais existentes, o centro hospitalar “acaba de adquirir um aparelho de estimulação magnética transcraniana profunda”.

Este aparelho vai “poder oferecer aos doentes um tratamento integrado e amplo da depressão resistente”, contribuindo desta forma “para a prevenção do suicídio, sem esquecer os aspetos psicológicos e sociais que o envolvem”, adianta ainda o documento.

PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal