Philips

Há menos portugueses a aproveitar os saldos de janeiro para fazer compras

Há menos portugueses a aproveitar os saldos de janeiro para fazer compras

Apenas 27% dos portugueses tencionam aproveitar os saldos de janeiro para fazer compras, uma descida de 11 pontos percentuais (p.p) em relação ao período homólogo de 2019 (36%). 

A conclusão é de um estudo do Observador Cetelem que realizou um inquérito junto da população, onde procurou saber a intenção dos portugueses em fazer compras nos saldos e o que pretendem comprar. 

Destes, 21% pretendem fazer compras para si ou para os outros, não relacionadas com o Natal, enquanto 6% pretende aproveitar este período para fazer algumas compras tardias de Natal. 

A opção mais procurada pelos portugueses são peças de vestuário (87%), seguindo-se os acessórios de moda (29%), perfumes (23%) e produtos culturais (18%). 

Segundo o estudo, os inquiridos entre os 18 e os 34 anos são os que mais tencionam comprar nestes saldos, seguindo-se a população entre os 65 e os 74 anos, que representa apenas 3% da amostra. 

O inquérito foi realizado a uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 74 anos. 

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/premio-literatura-infantil/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=pli