PUB
PD- Revista Sabe bem

Há 94 iniciativas para ver até abril no Museu e Bibliotecas do Porto

Há 94 iniciativas para ver até abril no Museu e Bibliotecas do Porto

Durante os meses de março e abril, a programação do Museu e Bibliotecas do Porto conta com 94 iniciativas e “com a recuperação da nomenclatura original do Museu do Romântico e do Museu do Vinho do Porto”. Na apresentação do alinhamento, que decorreu na quarta-feira, dia 1 de março, na Alfândega do Porto, foi também anunciado que este mesmo espaço albergará o núcleo central do Museu do Porto a partir do próximo ano.

Segundo Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, citado pelo Porto Canal, esta é “uma nova fase do projeto”. “Representa um caminho mais consistente, estruturado e participado de desenvolvimento e concretização do Museu do Porto, fazendo dialogar com a sua missão, as suas casas e a sua programação com as Bibliotecas Municipais”, sublinha.

De acordo com a mesma fonte, o autarca enalteceu ainda o seu agrado na escolha da Alfândega do Porto para ser a “casa” do Museu do Porto, afirmando que não poderia ter sido encontrada “melhor morada”.

Por sua vez, Jorge Sobrado, diretor do Museu e Bibliotecas do Porto, realçou o “compromisso com a raiz e o caráter” de uma proposta que “ligará a cidade”, através das iniciativas que propõe. “A partir de hoje, a partir deste momento, o Museu da Cidade é o Museu do Porto”, destacou.

O diretor avançou ainda algumas das novidades da programação, como a “instalação de áudio guias e uma agenda infantojuvenil” e a recuperação das nomenclaturas originais do Museu do Romântico e do Museu do Vinho do Porto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Entre março e abril, o programa conta com mais de 90 iniciativas, “na sua maioria exposições, mas também oficinas, conversas, música, clubes de leitura e conferências”. Estas acontecem nas várias “extensões do museu”, tais como, a Casa do Infante, Casa Marta Ortigão Sampaio, Museu Guerra Junqueiro e Reservatório.

Ainda nas novidades está a “reabertura do Ateliê António Carneiro, com uma exposição dirigida por Bernardo Pinto de Almeida, e a reabertura da Casa dos 24, com uma exposição dedicada ao arquiteto Fernando Távora, no ano do centenário do seu nascimento”.

O poeta Eugénio de Andrade e a pintora Aurélia de Souza, que viveram a maior parte das suas vidas no Porto, serão também celebrados nesta programação.

O website do Museu do Porto está disponível, desde quarta-feira, numa “versão reformulada e mais interativa” com conteúdos “mais acessíveis”, onde pode ser consultado o programa completo do Museu e Bibliotecas do Porto.

Foto: ÁGORA

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz