PUB
Recheio 2024 Profissional

Greve dos motoristas da STCP com adesão total

Greve dos motoristas da STCP com adesão total

Em declarações à Lusa, Jorge Costa, do Sindicato Nacional dos Motoristas, informou que “não circula nenhum autocarro” desde as 00h00, sendo que os serviços mínimos decretados ainda não estão a ser cumpridos. “Só deverão sair [os serviços mínimos] quando estiverem garantidas as condições de segurança, nomeadamente na rua”, mencionou o dirigente sindical. Jorge Costa afirmou ainda que o protesto está a merecer sobretudo a adesão dos funcionários mais novos, com contratos precários. Na estação de Francos, dois autocarros com pneus vazios estavam, às 7:00 horas, a bloquear os portões, para alegadamente impedir a saída das viaturas.
Na origem da greve dos motoristas da STCP estão, segundo o responsável, os “roubos salariais” provocados pela “pesada e diferenciada carga fiscal”. De acordo com a Comissão de Trabalhadores (CT) da empresa, o Orçamento do Estado para este ano vai afetar os trabalhadores “de forma redobrada perante todos os demais”, porque “elimina direitos livremente negociados de boa-fé entre os conselhos de administração e os representantes dos trabalhadores”. “A entrega da operação das linhas da STCP à concessão privada, o congelamento de admissões para a função de motorista, o pagamento em duodécimos do subsídio de Natal, a pesada e diferenciada carga fiscal de que serão objeto a que acresce a taxa suplementar, a retirada do título de transporte para cônjuges e filhos”, bem como “a ex-trabalhadores e reformados”, constituem “um claro roubo na massa salarial”, sublinhou a CT.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem