PD -Revista Sabe Bem - Novembro

Governo lança campanha contra violência doméstica

Governo lança campanha contra violência doméstica

“#PortugalContraAViolência”. Assim se intitula a campanha lançada na última segunda-feira pelo Governo, com o objetivo de alertar os portugueses para esta “pandemia permanente na vida das mulheres e das crianças” e mostrar que “enquanto houver uma mulher vítima de violência doméstica não vai ficar tudo bem”.

A iniciativa parte da perspetiva de uma criança para mostrar o impacto que a violência tem no contexto familiar. “Há uma criança que presencia, que assiste, que por essa via também é ela própria vítima daquela situação de violência, que parece ser não uma novidade naquela família, mas um continuo”, explicou Rosa Monteiro, secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Lançada na semana em que se assinala o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, a campanha pretende, “num momento em que também os constrangimentos impostos pela pandemia de covid-19 provocaram desafios acrescidos, consolidar o sentido de responsabilidade coletiva, transmitir confiança a cada mulher, na sua luta, e à sociedade em geral, no combate a este crime, bem como divulgar as respostas e mecanismos de apoio às vítimas”.

Assim, o Governo disponibiliza um código QR onde é possível aceder a um guia de recursos com todas as respostas do país em matéria de violência doméstica, nomeadamente “apoio e ajuda direta nas situações que presenciem ou que vivam de violência doméstica”.

A campanha está espalhada pelos meios de comunicação, salas de cinema, meios de transporte, supermercados e postos de combustíveis.

Importante referir que, de acordo com os últimos dados divulgados, só entre janeiro e setembro morreram 19 pessoas vítimas de violência doméstica, e que, até ao final desse mês, a Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica (RNAVVD) registou um total de 97.172 atendimentos.

PUB
track.adform.net/C/?bn=51188139

Viva! no Instagram. Siga-nos.