PUB
Recheio 2024 Institucional

Gestão da STCP discutida pela AMP esta sexta-feira

Gestão da STCP discutida pela AMP esta sexta-feira
A Área Metropolitana do Porto (AMP) vai discutir esta sexta-feira o modelo de gestão da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP), estando sobre a mesa uma proposta que implica que a gestão seja feita pelas autarquias, algo considerado “melindroso” em Valongo.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“Em causa está um memorando de entendimento que vai ser discutido amanhã [sexta-feira] e em causa está a proposta de o Estado manter a propriedade da STCP mas contratualizando com as câmaras a gestão”, referiu o presidente da autarquia valonguense, José Manuel Ribeiro.
As câmaras que passariam a gerir esta empresa de transportes públicos são as seis que usufruem deste serviço, ou seja, as autarquias do Porto, Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Valongo, Gondomar e Maia.
A gestão a partir das autarquias inclui, entre outros aspetos e obrigações, a renovação da frota.
A autarquia de Valongo estima que, caso venha a integrar esta solução para os STCP, terá de contribuir com cerca de 200 a 300 mil euros/ano.
“É uma fatura a mais porque em cima da mesa está a possibilidade de os municípios pagarem o serviço público. O valor não está fechado e existem as variações face ao preço do combustível ou procura do serviço”, indicou o presidente da câmara, acrescentando que Valongo tem “um peso de cerca de 5% nesta operação”.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem