PUB
Recheio 2024 Institucional

Garantir o bem estar de animais de estimação em período de férias

Em primeiro lugar, e como deve acontecer sempre, é muito importante garantir que os animais se encontram de boa saúde, com a vacinação em dia e a desparasitação atualizada. Em relação às doenças que devemos prevenir quando vamos de férias, as que figuram no topo das preocupações dos médicos do HVM são as transmissíveis por mosquitos (a leishmaniose e a dirofilariose) e a febre da carraça. Doenças muito comuns nos destinos de praia favoritos dos portugueses (Algarve e Alentejo), bem como na maioria das regiões do interior (Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Interior e Alentejo). Para todas elas existem formas seguras e eficazes de prevenir a transmissão, sendo fundamental consultar o médico veterinário.
Outro dos problemas frequentes nos animais de estimação, aquando de férias, são as gastroenterites por intoxicação alimentar. Muitos donos facilitam e dão-lhes restos de comida ou ossos, o que motiva grande parte das consultas de urgência nesta época do ano. A comida cozinhada e deixada ao calor altera-se rapidamente, pelo que esta é mais uma situação a evitar.
Também a exposição solar e o calor são fatores que podem causar incómodo. O HVM lembra que os cães e os gatos não transpiram, estando por isso mais sujeitos a golpes de calor. Deve-se, por isso, garantir-lhes o acesso incondicional a sombra e água fresca a qualquer hora do dia.
O Hospital Veterinário da Maia sublinha que há diversos outros cuidados a ter, pelo que recomenda aos proprietários de animais de estimação uma consulta anterior à partida, seja em direção ao campo ou à praia, cá dentro ou para o estrangeiro.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile