PUB
Recheio 2024 Institucional

Gaia: tribunal aceitou providência cautelar sobre Ponte do Infante

Gaia: tribunal aceitou providência cautelar sobre Ponte do Infante
“O tribunal aceitou a nossa providência e intimou o ministério [da Economia] a dar esclarecimentos, o que é uma grande notícia porque mostra que temos razão nas reclamações que estamos a fazer”, afirmou Eduardo Vítor Rodrigues.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto aceitou a providência cautelar apresentada pela Câmara de Gaia contra a responsabilização pela Ponte do Infante, intimando o Governo a prestar esclarecimentos.
“O tribunal aceitou a nossa providência e intimou o ministério [da Economia] a dar esclarecimentos, o que é uma grande notícia porque mostra que temos razão nas reclamações que estamos a fazer”, referiu o presidente da autarquia gaiense, Eduardo Vítor Rodrigues. Para o socialista, a aceitação da providência “desonera a câmara municipal” do processo e “suspende a eficácia da legislação”, pelo que a responsabilidade é agora da “Estradas de Portugal, via Metro do Porto”. “Nós queremos que a ponte seja mantida, mas por quem de direito, que é a Estradas de Portugal”, frisou Vítor Rodrigues, que vai agora preparar a ação principal a apresentar ao tribunal.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz