CIN - VinylMatt

Gaia já tem Sistema Integrado de Gestão de Emergência a funcionar

Gaia já tem Sistema Integrado de Gestão de Emergência a funcionar

O município de Gaia arrancou esta terça-feira com o Sistema Integrado de Gestão de Emergência (SIGE), um projeto que, de acordo com a Câmara Municipal, “terá um impacto muito significativo na resposta à emergência”, permitindo “uma ação mais rápida entre o alerta e a chegada dos meios”.

A funcionar durante 24 horas, o sistema, instalado o quartel dos Bombeiros Sapadores de Vila Nova de Gaia, ligará as seis corporações de bombeiros do concelho e a Polícia Municipal, através de oito ecrãs.  

Além de permitir o acompanhamento das ocorrências em tempo real, o SIGE possibilitará também “a emissão de avisos à população, nomeadamente no caso de intempéries e risco de incêndios”, o acompanhamento do “posicionamento das viaturas no terreno” e a análise dos “pontos críticos do concelho, a fim de reduzir o número de ocorrências”.   

“O grande objetivo de uma estrutura destas não é centralizar nos Bombeiros Sapadores toda a área da proteção civil. É, sim, garantir a coordenação efetiva de proximidade que nos melhore a todos na nossa relação com o cidadão”, apontou Eduardo Vítor Rodrigues. 

Para o presidente da autarquia, este espaço não se trata de uma “central de comando”, mas sim de “uma coordenadora, com uma estrutura tecnológica avançada que não se vai impor ao ser humano e que responderá de acordo com as premissas que nós estabelecermos”. 

“Nesta central, é possível ainda acompanhar os acessos ao Centro Histórico, graças à gestão dos pilaretes nas ruas”, explica o município, adiantando que, quando o sistema de videovigilância estiver operacional nesta zona do concelho, assim como nas autoestradas, túneis e estações de metro, será também permitido o acompanhamento permanente por parte desta equipa.  

De futuro, os objetivos passam pela “interligação ao INEM” e pela “interligação dos patamares municipal e distrital”. 

O SIGE envolve um investimento de 380 mil euros, dos quais 60% são financiados pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) e 40% pela Câmara Municipal.

Foto: Câmara Municipal de Gaia

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem