PUB
Junta da Galiza

Gaia quer isenção de 50% para feirantes que separam resíduos

Gaia quer isenção de 50% para feirantes que separam resíduos

Na próxima reunião do executivo, agendada para segunda-feira, 3 de abril, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia vai debater uma proposta que pretende “isentar a 50% o pagamento da taxa de ocupação nas feiras municipais caso os feirantes procedam à correta separação dos resíduos”.

Através desta medida, a autarquia liderada por Eduardo Vítor Rodrigues pretende “contribuir para a defesa do meio ambiente” e, simultaneamente, “estimular a economia local”, permitindo que “o preço que chega ao consumidor seja mais acessível e justo”.

“Segundo o artigo 22.º do regulamento municipal aplicável, o feirante tem o dever de «no final da feira, deixar o espaço de venda e as áreas adjacentes limpas e depositar o lixo nos contentores existentes para esse efeito»”, lê-se na nota divulgada.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

De forma a assegurar que a medida é cumprida, o município irá proceder “à colocação de equipamentos de compostagem nos recintos onde se realizam as feiras municipais” ou, em alternativa, fará a “recolha de resíduos alimentares para aquele ou outros fins de natureza circular”.

Adicionalmente, explica que será feita, de forma periódica, o reforço da separação e o depósito de embalagens nos ecopontos, sensibilizando para a ideia de que estas podem ser recicladas ou reutilizadas.

Com esta medida de apoio, a Câmara Municipal de Gaia considera que as quantidades de resíduos que, habitualmente, são típicas das feiras, passarão a ser tratadas numa lógica de economia linear.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem