PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Gaia e Porto vão contestar responsabilização “descabida” pela Ponte do Infante

Gaia e Porto vão contestar responsabilização

Para o autarca de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, o parecer que responsabiliza os dois municípios pela conservação da Ponte do Infante é “absolutamente descabido, despropositado e até sem qualquer razoabilidade técnica nem financeira”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia, assegurou esta quarta-feira que as autarquias do Porto e de Gaia vão, “no limite”, impugnar judicialmente o parecer descabido e despropositado que as responsabiliza pela conservação da Ponte do Infante. Em declarações à Lusa, o socialista referiu que, juntamente com Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, pretende contrariar “esta decisão que é absolutamente descabida, despropositada e até sem qualquer razoabilidade técnica nem financeira”. Vítor Rodrigues adiantou até que já falou com Rui Moreira e que ambos foram “apanhados de surpresa” com o parecer publicado esta quarta-feira no Diário da República (DR), segundo o qual a responsabilidade pela conservação pelo “troço de rodovia” existente na travessia “recai sobre os municípios do Porto e de Gaia, dentro dos limites da correspondente jurisdição”.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem