CMPorto

G15 estima poupar 26 milhões de euros em medicamentos

G15 estima poupar 26 milhões de euros em medicamentos

“Estamos já a alargar para a zona centro. Já tínhamos a Feira e agora temos Ovar”, referiu, mencionando que só o IPO “nunca manifestou vontade de aderir”.
De acordo com Allegro, a existência de uma lista para compra centralizada de medicamentos não interfere na qualidade dos tratamentos e permite “uma poupança significativa” nos gastos dos hospitais. “O que pretendemos é que, também aqui, o cliente tenha razão e que a indústria se submeta à vontade de quem compra e não o contrário: andarmos nós a reboque da indústria. Isso é o que as pessoas têm de entender em Portugal”, defendeu.
Se, em 2011, os gastos do G14 com medicamentos rondaram os 300 milhões de euros, este ano, o grupo prevê uma fatura bastante mais baixa.
PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/um-regresso-saboroso-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=23092022-edicao69utm_campaign=sabebem