CIN

Fusão Porto-Gaia só “depois das próximas autárquicas”, disse Menezes

Fusão Porto-Gaia só “depois das próximas autárquicas”, disse Menezes

“Esta ideia [da fusão dos dois municípios], tem um pai e uma mãe, que sou eu, quando há 12 anos a defendi, num artigo no Jornal de Notícias. E, hoje, ainda sei mais as razões. Contudo, para um casamento ser bem sucedido, é preciso namorar”, afirmou, à margem da assinatura de um protocolo com os 24 presidentes das freguesias de Gaia.
O autarca considera que o “casamento” só poderia ser encarado depois de um namoro e talvez até depois de “viver junto durante uns tempos para ver se a coisa dá”. “É preciso um período de boa convivência e cooperação entre os dois municípios, no qual se façam projetos comuns: as pontes, travessias, projetos de animação cultural, promoção turística da região. É preciso que se faça um trabalho em conjunto durante algum tempo, alimentando-se a paixão e, lá para diante, poderá haver casamento”, admitiu.
O presidente da Câmara de Gaia afirmou, assim, que, só existem condições para uma fusão entre os dois municípios depois das próximas eleições autárquicas.
PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.