PUB
Recheio 2024 Institucional

Fontes do Palácio de Cristal em restauração

Fontes do Palácio de Cristal em restauração
A Câmara do Porto já  concluiu a primeira fase do restauro das fontes do Jardim Emil David, inserido nos Jardins do Palácio de Cristal.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A última intervenção tinha ocorrido em julho de 1994. Na altura, os trabalhos tinham-se resumido à “limpeza, remoção da pintura existente, aplicação de várias camadas de primário de zinco e pintura final de proteção”.
Com mais de 151 anos de exposição ao ar livre, as fontes importadas de fundições francesas apresentavam já evidentes sinais de degradação.
Após a queda de uma Araucaria (Araucaria Heterophyilla) em 2001, a fonte localizada a poente sofreu várias fraturas, com visíveis danos na taça de maior dimensão, motivo que terá “acelerado o processo de corrosão do ferro”.
Conhecidas, conta o Portal de Notícias do Porto, pela designação de Fontes d’Art, por terem nascido do “casamento” da indústria com a arte, as fontes do Jardim Emil David, inaugurado a 18 de setembro de 1865, foram obtidas a partir da repetição em série de modelos originais, concebidos por alguns dos mais conceituados escultores franceses, entre os quais se celebrizaram Mathurin Moreau, a quem se atribui as esculturas das quatro estações colocadas no mesmo jardim.
O reconhecido valor histórico e patrimonial destas fontes tornou ainda complexo e sensível este trabalho de conservação e restauro, concretizado em parceria pelos pelouros do Ambiente e da Cultura da autarquia.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile