PUB
Recheio 2024 Institucional

Fogaça da Feira obteve Identificação Geográfica Protegida

Fogaça da Feira obteve Identificação Geográfica Protegida
O novo estatuto vem “perpetuar a receita tradicional e garantir a qualidade do produto”, apontou a autarquia local.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A fogaça da Feira, doce típico de Santa Maria da Feira, alcançou o registo de Indicação Geográfica Protegida (IGP), obtido pela União Europeia. O novo estatuto da iguaria permite que todos os exemplares confecionados de acordo com os requisitos estipulados no Diário da República de 21 de agosto de 2015 passem a poder exibir nos rótulos a designação oficial “Fogaça da Feira – Indicação Geográfica Protegida”.
Segundo afirmou a autarquia local, o registo vem “perpetuar a receita tradicional e garantir a qualidade do produto”, centrado no pão doce que era usado como voto nas promessas que apelavam à proteção de S. Sebastião contra a peste. A IGP assegura que os artigos em questão foram produzidos no território em que se tornaram conhecidos e que, no seu fabrico, foram observadas “as características, a qualidade e os modos de confeção” que respeitam as mesmas tradições que os tornaram populares.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile