PUB
PD - Revista Sabe Bem

Fiscalização do estacionamento no Porto será feita por parceiro privado

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Contratar a “prestação de serviços” ou a “concessão” do estacionamento são as alternativas que se colocam à Câmara do Porto para substituir o atual e “ineficaz” sistema municipal de fiscalização do estacionamento em parcómetros.

A Câmara do Porto vai substituir o sistema municipal de fiscalização do estacionamento em parcómetros por uma parceria privada, cujos detalhes vão ser anunciados em breve.
Dos cerca de quatro mil lugares de estacionamento pago na via pública do Porto, “apenas um em cada dez automobilistas”, em média, efetua o pagamento da sua utilização. Reforçar os meios municipais é inviável, devido aos obstáculos impostos pelo Governo nas contratações das autarquias, e retirar recursos de outras áreas da fiscalização, como a Polícia Municipal, “também não é solução”, disse fonte da Câmara do Porto à agência Lusa.
Contratar a “prestação de serviços” (a Câmara paga para que uma empresa faça o serviço e fica com a receita angariada) ou a “concessão” do estacionamento (o privado fica com o serviço e a receita, podendo ou não pagar determinado montante à autarquia), são agora as alternativas que se colocam ao município do Porto.
A opção tomada pela Câmara deverá ser anunciada ainda este mês, de acordo com a mesma fonte.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem