CMPorto

Festival Dias da Dança regressa com espetáculos presenciais no Porto, Gaia e Matosinhos

Festival Dias da Dança regressa com espetáculos presenciais no Porto, Gaia e Matosinhos

Depois de uma edição cancelada e outra realizada em formato híbrido, por consequência da pandemia de covid-19, o Festival Dias da Dança (DDD) regressa em abril para uma nova edição que vai contar com a “quase totalidade da programação” em registo presencial.

O evento acontece entre os dias 19 de abril e 1 de maio e vai reunir um total de 44 espetáculos que estarão espalhados por vários palcos da cidade do Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos e, pela primeira vez, em Viana do Castelo, Coimbra, Leiria e Mértola.

Teatro Rivoli, Teatro Campo Alegre, Teatro Nacional São João, Teatro Carlos Alberto, Museu de Serralves, Coliseu do Porto, Auditório Municipal de Gaia e Teatro Municipal-Constantino Nery são alguns dos locais que vão receber os espetáculos ao longo dos 13 dias do evento.

“O evento potencia o cruzamento geracional em palco (e fora dele), com grandes nomes da dança nacional e internacional a partilharem cartaz com jovens artistas emergentes da cidade e não só, criando, desta forma, um mapa mais fidedigno do muito e diferente que se faz no domínio das artes de palco”, avança a empresa municipal Ágora a propósito da edição 2022 do festival, lançada sexta-feira.

Entre regresso de “velhos conhecidos” e a “estreia de outros tantos” são muitos os nomes que vão passar por este emblemático evento, nomeadamente Christian Rizzo com o novo “miramar”, Meg Stuart com o espetáculo “Cascade” e Boris Charmatz com “Somnole”.

Clara Andermatt apresentará também no FDD o seu novo trabalho, realizado em colaboração com o músico brasileiro João Lucas, assim como André Braga e Cláudia Figueiredo, Né Barros e Piny, Matija Ferlin, Tatiana Julien, Bruno Beltrão, Marta Soares, Martim Pedroso & Marlyn Ortiz, Diana Niepce e Catarina Campos & Melissa Sousa, entre muitos outros.

Além de uma expansão territorial, aos municípios de Viana do Castelo, Coimbra, Leiria e Mértola, o evento vai contar também com os segmentos “DDD Out” e “DDD Campus” que ocuparão, respetivamente, vários jardins e praças e o Campus Paulo Cunha e Silva, Escola Secundária Almeida Garrett e a mala voadora.

“A criação artística está a avançar para algo novo, sem tirar os olhos da memória e da ancestralidade”, afirmou Tiago Guedes, diretor artístico do festival, salientando que isso implica uma “abertura a outras danças que costumam ter as portas fechadas nos grandes festivais”.

A programação do Festival Dias da Dança pode ser consultada na página oficial do evento.
Os interessados podem adquirir os bilhetes na bilheteira central do festival, no Teatro Rivoli, e em tmp.bol.pt.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes