PUB
Recheio 2024 Institucional

Festival de teatro 100% em português em cena em Matosinhos

Festival de teatro 100% em português em cena em Matosinhos

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O português será a língua rainha na primeira edição do “Cena Contemporânea de Matosinhos em Português”, que decorre de 18 a 30 de setembro. Para além de espetáculos de teatro, o festival terá também concertos, debates e ‘workshops’.

O certame, organizado pela Câmara de Matosinhos, é 100% dedicado à dramaturgia escrita em português e, nesta primeira edição, presta homenagem à encenadora e atriz Fernanda Lapa, que conta já com 50 anos de carreira.
De acordo com vereador da Cultura, Fernando Rocha, o “Cena Contemporânea de Matosinhos em Português” é a consequência do trabalho que a autarquia tem feito ao longo dos anos nesta área, considerando que era chegado o tempo de fazer um festival com a chancela da câmara. “Entendemos que seria muito interessante fazer o nosso festival só em português, apenas com autores em língua portuguesa e não traduzidos”, afirmou.
Para além do teatro, haverá também música, poesia, debates e ‘workshops’.
“Queremos que este evento seja uma festa e temos a certeza que vai ser muito bem recebido”, assegurou Fernando Rocha.
Dirigido a todos os públicos, o festival, cuja direção artística está a cargo de Luísa Pinto, diretora do Cine-Teatro Constantino Nery, terá alguns espetáculos de entrada livre e outros com o preço de 7,5 euros.
A estreia absoluta da peça “O meu país é o que o mar não quer”, de Ricardo Correia, o espetáculo “Aldeotas”, do ator brasileiro Gero Camilo ou a “Ode Marítima”, de Fernando Pessoa, na voz de João Grosso, são alguns dos destaques da programação.
A peça “Um dia os réus serão vocês”, que tem por base o julgamento de Álvaro Cunhal em 1950, e o ensaio público da peça “Breviário Gota D’Água”, que estreará em outubro no Cine-Teatro Constantino Nery, são outros dos momentos a ter em conta.
Fernando Rocha destacou ainda à agência Lusa o momento do encerramento do Cena, com uma grande peça de teatro de rua que assinala os 500 anos do Foral de Matosinhos e que vai juntar cerca de 150 participantes.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile