PUB
Santander Saúde

FC Porto ganha vantagem na corrida à Champions

FC Porto ganha vantagem na corrida à Champions

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O mexicano Herrera assinou o golo que deu a vitória aos azuis e brancos.

O FC Porto venceu esta quarta-feira o Lille, por 1-0, num jogo da primeira mão dos “play-offs” que foi pouco emotivo, mas suficiente para deixar os azuis e brancos muito perto da entrada na Liga dos Campeões. O mexicano Herrera foi o autor do golo dos “dragões”, num dos raros lances de perigo em toda a partida.
O Lille, a jogar em casa, no Pierra Mauroy, pagou pela falta de audácia, frente a um FC Porto cauteloso, que tem, agora, a oportunidade de decidir a eliminatória na próxima terça-feira, no Dragão. O treinador espanhol Julen Lopetegui, estreante nas competições europeias, deixou Ricardo Quaresma no banco e reforçou o meio-campo com Casemiro. Aos 29 minutos, em livre, de Rúben Neves na direita, Jackson Martinez ficou a protestar o facto de ter sido agarrado por Marco Basa, mas o árbitro nada assinalou. Os guarda-redes, esses, foram espectadores praticamente durante todo o jogo. Os franceses tiveram apenas uma grande oportunidade de golo, em cima do intervalo, com o defesa/extremo Corchia a ver Alex Sandro travar o seu remate e depois, na recarga, a atirar, surpreendentemente, por cima, com a baliza à mercê. Já no segundo tempo, os portistas chegaram ao golo em lance de combinação entre o recém-entrado Tello (saiu Brahimi) e Rúben Neves. O espanhol cruzou para a área, Jackson Martinez cabeceou e Enyeama defendeu com uma palmada, mas, na recarga, surgiu Herrera liberto a inaugurar o marcador.
No final da partida, em declarações à TVI, Julen Lopetegui afirmou saber que o Lille “ia exigir o máximo” da sua equipa. “Acho que conseguimos, mas apenas acabou a primeira parte” recordou, cauteloso. Em relação a Ricardo Quaresma, que permaneceu no banco durante quase todo o jogo, o treinador defendeu que “qualquer jogador é mais um na equipa”. “Todos podem jogar. Às vezes pode-se jogar mais ou menos, mas sempre para ajudar”, frisou.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz