PUB
Philips S9000

Falta de motoristas pode piorar serviços da STCP no arranque escolar

Falta de motoristas pode piorar serviços da STCP no arranque escolar

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A Organização Regional do Porto do PCP teme que o número de serviços que diariamente ficam por realizar por falta de motoristas aumente com a reabertura do ano escolar.

“Foi confirmado que devido à falta de motoristas ficam diariamente cerca de 100 serviços por realizar e que esse número pode aumentar aquando da reabertura do ano escolar, pois ainda não existem garantias de que até essa data seja dada autorização pela tutela para a contratação de novos motoristas”, referiu o PCP Porto, em comunicado.
Na passada sexta-feira os comunistas reuniram-se com o presidente do Conselho de Administração da STCP, um encontro que permitiu “confirmar as consequências desastrosas da política de transportes que visa desmantelar” aquela empresa “através da sua privatização”.
Para o PCP, esta é uma estratégia “contrária aos interesses dos utentes e da região, pois coloca a componente económica à frente da componente social, pondo em causa o direito à mobilidade das populações”.
“Esta é, aliás, a mesma estratégia que impôs uma deliberada degradação e aumento do custo dos serviços da STCP com vista a preparar a privatização da empresa e simultaneamente atacar os direitos dos seus trabalhadores e utentes”, acrescenta.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile