Bairro Feliz - PD

“Fake” explora a distorção da informação no palco virtual do TNSJ

“Fake” explora a distorção da informação no palco virtual do TNSJ

“O que é facto e o que é manipulação da informação, ou as chamadas fake news?” Esta é uma das perguntas à qual o espetáculo “Fake”, em cena na sala virtual do Teatro Nacional São João (TNSJ) dará resposta até ao próximo sábado, dia 6 de março. 

Com base no rescaldo de vários acontecimentos políticos, como as eleições de Trump e de Bolsonaro ou da votação pelo Brexit, o espetáculo explora o conceito da distorção da informação, lembrando também que o teatro é “um lugar que trabalha a mentira, mas que pode ser um lugar de verdade”. 

O espetáculo, com texto da dupla Inês Barahona e Miguel Fragata, fundadores da companhia Formiga Atómica, chega ao palco online do São João depois de se ter estreado em outubro passado, no Centro Cultural do Cartaxo. 

Norma B., uma escritora de romances policiais e autora do livro “Como Assassinar o Seu Marido”,é a personagem principal de “Fake”, tornando-se vítima do fenómeno da desinformação e usurpação dos factos, quando passa a ser acusada pelo crime que ficcionou.  

Teresa Madruga, Márcia Breia, Isabel Abreu e Sandra Faleiro são alguns dos nomes que farão parte do elenco do espetáculo, que apresenta também um forte diálogo com o cinema, com a colaboração do realizador Tiago Guedes. “Esta proximidade com a sétima arte possibilitou a integração de um dispositivo cénico que permite, como se de um polígrafo se tratasse, fazer a análise do rosto das personagens e das suas expressões, explorando assim a sua capacidade de adulterar a verdade”, explicam os promotores.   

“Fake” estará disponível para visualização até à meia-noite do dia 6 de março. O bilhete tem um custo de 2 euros e permitindo a visualização do espetáculo até três dias após a aquisição do mesmo.   

Até ao próximo dia 9 de março, está ainda disponível para visualização na plataforma BOL o espetáculo “Comédia de Bastidores”, de Alan Ayckbourn. Com gravação do realizador Luís Porto, a peça pode ser revisitada online, estando disponível de quarta a sexta-feira, às 21h00, e ao sábado e domingo, às 16h00 e 21h00.  

Nos dias 8 e 9 de março (segunda e terça-feira), o espetáculo será transmitido às 21h00.  

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/um-regresso-saboroso-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=23092022-edicao69utm_campaign=sabebem