PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Escolas portuguesas de Economia estão entre as melhores do mundo

Escolas portuguesas de Economia estão entre as melhores do mundo

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Os rankings do “Financial Times” são elaborados a partir de critérios como a percentagem de mulheres no corpo docente, o salário dos antigos alunos três anos após o programa e o volume de faturação.

A Porto Business School, da Universidade do Porto, e a Nova School of Business and Economics, da Universidade Nova de Lisboa, fazem parte da lista das melhores do mundo, de acordo com o “ranking” do jornal britânico Finantial Times. Considerada uma das melhores na formação de executivos, a Porto Business School alcançou o 63.º lugar no “The top 80 custom programme providers” e o 64.º lugar no “The top 70 open enrolment programme providers”, posição que representa uma subida de quatro lugares. De acordo com o reitor da escola portuguesa, Nuno de Sousa Pereira, este reconhecimento positivo, pelo quarto ano consecutivo, representa um enorme motivo de orgulho, revelando “o resultado da estratégia de crescimento global da Porto Business School”. “Trabalhamos sempre com o objetivo de manter o prestígio da escola e as características que definem as grandes escolas de negócios do mundo. Nesse sentido, procuramos adaptarmo-nos às necessidades do mercado, adquirindo uma postura flexível e ajustando os nossos programas e formações à medida das necessidades estratégicas do tecido empresarial e dos alunos”, sublinhou.
De esclarecer que os rankings do “Financial Times” são elaborados a partir de critérios como a percentagem de mulheres no corpo docente, o salário dos antigos alunos três anos após o programa e o volume de faturação. No topo da tabela de classificações do jornal britânico estão a Duke Corporate Education, presente nos Estados Unidos, Reino Unido e África do Sul, a HEC Paris (França) e a Iese Business School (Espanha).

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce