CMPorto

Ensemble estreia “Jacques ou a Submissão” no TeCA

Ensemble estreia “Jacques ou a Submissão” no TeCA

A peça “Jacques ou a Submissão”, de Eugéne Ionesco, tem estreia marcada para esta quarta-feira, no Teatro Carlos Alberto, no Porto.

O teatro insólito do dramaturgo franco-romeno Eugéne Ionesco está de regresso aos espaços do Teatro Nacional São João. Com encenação e cenografia de Jorge Pinto, o Ensemble – Sociedade de Actores estreia, esta quarta-feira, no Teatro Carlos Alberto (TeCA), “Jacques ou a Submissão”.

Quase sete décadas após a estreia internacional, a peça de Ionesco volta a questionar o “valor da liberdade e do livre-arbítrio, num complexo jogo de convenções sociais”.

O protagonista é conduzido, segundo Ionesco, “até à mais completa submissão, ao ponto de se resignar a uma espécie de quietude biológica”.

“Este percurso, pleno de situações surreais e pontuado por elementos de humor e histeria, desenvolve-se sobretudo no plano das palavras. É pelo trabalho sobre a linguagem, do nonsense ao discurso revelado como instrumento de poder, que se opera a transformação de um burlesco risível numa apoteose do grotesco moderno”, lê-se na apresentação de “Jacques ou a Submissão”.

Emília Silvestre, António Afonso Prata, Clara Nogueira, Miguel Eloy, Filomena Gigante, João Paulo Costa, João Cravo Cardoso, Bárbara Pais e Gabriela Leão são os intérpretes da peça que estará em cena até 2 de maio.

O espetáculo pode ser visto de quarta a sexta-feira, às 19h, e, ao sábado e domingo, às 11h.

No final da récita de 30 de abril está programada uma conversa com o encenador Jorge Louraço Figueira.

Os ingressos para o espetáculo custam 10 euros.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes