RECHEIO 50 ANOS

Encerramento de empresas triplicou no segundo semestre de 2011

Encerramento de empresas triplicou no segundo semestre de 2011

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre “Sociedades Constituídas e Dissolvidas de 2011 por concelho”, no universo dos 308 concelhos portugueses, foram constituídas 33.040 novas empresas (18.965 no primeiro semestre e 14.075 no segundo semestre), mas em simultâneo foram dissolvidas 32.989 empresas (7810 no primeiro semestre e 25.179 no segundo semestre).
No balanço do primeiro semestre do ano, Portugal tinha ganho 11.147 empresas com base no número das empresas constituídas e dissolvidas mas, levando em conta o último semestre, Portugal fica-se por 51 novas empresas. De acordo com o professor de Economia da Universidade do Porto, Óscar Afonso, o facto de o nosso país ter ganho 51 empresas em 2011 é “assustador”, mas também é uma situação esperada, “tendo em conta o abrandamento tão significativo que aconteceu em Portugal, sobretudo no segundo semestre do ano passado”.
PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem