CIN VinylMatt

Empresários reúnem-se no Porto para definir medidas de combate à crise no setor

Empresários reúnem-se no Porto para definir medidas de combate à crise no setor

O objetivo do conselho de presidentes da CPCI é, segundo um comunicado apresentado pela confederação, o de encontrar “formas de reação perante o colapso iminente no setor da construção e do imobiliário”. A nota de imprensa dá ainda conta de que as empresas da área estão a viver “um dos piores momentos da sua história”, com a perda diária de 12 entidades e 360 postos de trabalho.
“A CPCI considera que esta é uma situação insustentável para o país, que em breve será incontrolável. Por isso, nesta reunião, serão equacionadas iniciativas de exceção, para uma situação também excecional, dado o grave momento que o setor enfrenta”, acrescenta a confederação.
De referir que, em 2011, um em cada cinco desempregados contabilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), pertencia à área da construção, de acordo com informações avançadas no final de abril pela Associação de Empresas de Construção, Obras Públicas e Serviços (AECOPS). A entidade considera que o aumento do número de desempregados resulta da “brutal redução da atividade do setor e do consequente ajustamento das estruturas das empresas a essa realidade”, assim como da subida do número de insolvências de empresas da construção.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem