PUB
Santander Saúde

Eleitores isolados autorizados a sair para votar nas legislativas

Eleitores isolados autorizados a sair para votar nas legislativas

Os eleitores que se encontrem com resultado positivo à covid-19 ou em situação de isolamento profilático no dia das eleições legislativas, 30 de janeiro, vão poder sair de casa para votar.

A informação foi confirmada esta quarta-feira pela ministra da Administração Interna, Francisca Van Dunem, que indicou que a recomendação é que a votação seja realizada “dentro de um horário específico”, preferencialmente “no final do dia”, entre as 18h00 e as 19h00.

Presente na conferência, a diretora-geral da Saúde (DGS), Graças Freitas, afirmou estar convicta de que caso sejam cumpridas todas as orientações, nomeadamente no que respeita à votação em horário específico e utilização de máscara e distanciamento, a medida não colocará a saúde de nenhum eleitor em perigo.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Adicionalmente, a responsável recomendou também que os cidadãos em isolamento devem dirigir-se ao local de voto “em viatura própria ou a pé”. “Se as pessoas cumprirem as regras e usarem as medidas de proteção individual, estes atos são seguros”, salientou, reforçando que “cumprindo as regras, o risco de contágio é mínimo”.

Importante referir que Portugal atingiu esta quarta-feira um novo recorde diário de infeções por covid-19 (52.549).
No dia das eleições, Graça Freitas estima que cerca de 600 mil pessoas estejam em isolamento, embora neste número estejam incluídos menores.

Até ao momento, o voto antecipado, que decorre no próximo domingo, 23 de janeiro, reuniu mais de 200 mil inscrições, um número que, de acordo com Antero Luís, secretário de Estado da Administração Interna, Antero Luís, fica “aquém” das expectativas da administração eleitoral.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz