PUB
Philips S9000

“Dragões” venceram Celta de Vigo no jogo de apresentação

“Dragões” venceram Celta de Vigo no jogo de apresentação

No final da partida, o técnico do FC Porto, Paulo Fonseca, confessou que a equipa ficou “longe” do que podia fazer, “por diversas razões”. “Contrariar a fase de construção do Celta de Vigo” foi um dos obstáculos apontados pelo treinador, que salientou, ainda assim, que o principal objetivo – o de ganhar – foi conseguido. “Tivemos de baixar as linhas e isso tirou-nos intensidade. Defensivamente estivemos seguros”, realçou. O treinador aproveitou o jogo de apresentação aos sócios para testar um “onze” muito próximo do que está a preparar para o arranque do campeonato, destacando-se a presença de Iturbe e Fucile nas escolhas iniciais.
O conjunto do Dragão entrou no jogo com um ritmo forte e, logo aos 3 minutos, uma boa combinação entre Jackson Martínez e Varela, viria a ser o prenúncio do golo portista. Com um passe de calcanhar, Lucho Gonzalez fez a abertura para Jackson, que, em aparente fora de jogo, desmarcou-se e, frente ao guarda-redes Yoel, apontou o 1-0, ainda antes do quarto de hora.
Já no segundo tempo, a melhor oportunidade de golo foi dos galegos, quando David, aos 85 minutos, se isolou, mas no frente a frente com Fabiano permitiu a defesa do guardião portista, não alterando o 1-0 final. Apesar de apontar o “cansaço” dos jogadores, Paulo Fonseca defendeu que o conjunto está “no bom caminho”. “Chegámos há dois dias da nossa digressão na América do Sul e ainda se notou algum cansaço nos jogadores. Parece-me que estamos no bom caminho. A equipa vai evoluir e esta vitória deixa-me satisfeito sobretudo pela entrega de todos os jogadores”, sublinhou o técnico.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile