PUB
Recheio 2024 Institucional

“Dragões” empatam e perdem dois pontos no Estoril

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O FC Porto empatou, ontem, com o Estoril, na quinta jornada da I Liga de futebol.

O FC Porto empatou este domingo no Estoril, por 2-2, numa partida que ficou marcada por um erro do árbitro, na quinta jornada da I Liga de futebol. O conjunto azul e branco pode queixar-se de um penálti inexistente, de que resultou o primeiro golo do Estoril, mas também não esteve na sua máxima força, tendo demonstrado vontade de ganhar apenas no segundo tempo do jogo. O lance que suscitou dúvidas ocorreu aos 34 minutos, quando o árbitro assinalou o castigo máximo por uma mão na bola de Otamendi, à entrada da área portista, quando o mesmo devia ter originado um livre direto a favor dos estorilistas. Apesar de, nessa altura, o FC Porto já estar em vantagem, por ação de Licá, até ao intervalo, não houve mais oportunidades de golo.
Na segunda parte, a equipa de Paulo Fonseca entrou finalmente decidida a resolver a partida, colocando-lhe intensidade, o que empurrou o Estoril para o seu último terço do campo, graças à maior agressividade na recuperação da bola e maior velocidade nas saídas para o ataque. Aos 67 minutos, Jackson Martinez fez o segundo golo e, dois minutos depois, Varela falhou incrivelmente o 3-1, no coração da área. A partida parecia resolvida, até que o Estoril foi buscar reservas que tinha escondidas e começou a dar sinais de reação, a incomodar um FC Porto que não estava a ser capaz de segurar a bola e de controlar o jogo com segurança.
Um cruzamento do recém-entrado Balboa permitiu a Luís Leal marcar o 2-2, castigo que penaliza um FC Porto que depois de se colocar em vantagem não foi capaz de quebrar o ritmo de jogo e de o controlar.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile