PUB
Recheio 2024 Institucional

Dois milhões para estudar requalificação da Linha do Minho

Dois milhões para estudar requalificação da Linha do Minho

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Refer pode investir até dois milhões de euros em estudos e projetos com vista à modernização da linha do Minho.

O Governo deu luz verde à Refer para um investimento até dois milhões de euros em estudos e projetos com vista à modernização da linha do Minho, a concluir até 2017, segundo uma portaria publicada hoje em Diário da República.
No documento, Maria Luís Albuquerque, ministra de Estado e das Finanças, autoriza a Rede Ferroviária Nacional a “encomendar os estudos e projetos com vista à eletrificação e reabilitação do troço Nine/Viana do Castelo/Valença da linha do Minho”. A referida portaria informa ainda que o custo total desta fase ronda os dois milhões de euros, sendo que, este ano, a Refer vai investir já cerca de 800 mil euros em estudos e projetos, a realizar por uma das empresas do grupo, a Refer ‘Engineering’.
De recordar que, em julho passado, o presidente da CP, Manuel Queiró, afirmou que a eletrificação da linha do Minho, entre Valença e Nine, deverá começar em 2017, de modo a estar concluída no prazo de dois anos. O autarca falava, então, aos jornalistas, no final de uma viagem a bordo do “Celta”, iniciada em Vigo, para assinalar o início das três novas paragens do comboio internacional. Na altura, o responsável defendeu que a intervenção de modernização da linha do Minho, integrada no Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas (PETI), é uma obra prioritária, reclamada há mais de dois anos pelo Eixo Atlântico, organismo que defende os interesses das 34 maiores cidades do norte de Portugal e da Galiza.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem