PUB
Recheio 2024 Institucional

Dois mil martelos de São João transformados em obra de arte

Dois mil martelos de São João transformados em obra de arte
A partir do dia 16, o Palácio das Artes vai acolher a exposição das peças vencedoras do Concurso de Martelinhos de São João. Destaque para a “Gira”, que conta com mais de dois mil martelos afixados.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O arquiteto Miguel Costa e o artista Meireles de Pinho são os autores da proposta vencedora do concurso na categoria “Intervenção em Espaço Urbano”. A peça, designada “Gira”, vai estar em exposição no Largo de São Domingos até ao dia 26 de junho.
Em comunicado, a Fundação da Juventude explica que a “partir de uma estrutura esférica, com elementos de madeira e de metal, a instalação artística é revestida por mais de dois mil martelos de S. João”.
A peça vai mesmo poder ser girada pelos populares.
A Fundação revelou ainda que “Peter van Click vai ao São João” é o nome do projeto vencedor do Concurso de Martelinhos de S. João, na categoria 2 D. André Barata Cruz, o autor do original martelo, diz que “pretendeu dar a ideia que o São João é de todos os cidadãos do mundo.”
O 2º prémio foi atribuído a Daniel Roque, que encontrou inspiração no filme Anikibóbó de Manoel de Oliveira. A Menção Honrosa coube a Catarina Pereira que se inspirou nos motivos de azulejaria.
Raquel Leitão e Olga de Almeida participaram na categoria de objeto tendo conquistado o 1º prémio. Em segundo lugar ficou Guilherme Dessa. Uma menção honrosa foi atribuída a Cláudia Rocha.
Na categoria de vídeo, o 1º prémio foi para Emanuel Barros com a proposta “Martelo para que te quero” e o 2º prémio para Sandra Santos com o vídeo “Romaria das Tintas”. A  Menção Honrosa foi atribuída a Ana Isabel Correia de Pinho.
Estes trabalhos vão estar também em exposição, de 16 de junho a 07 de julho, no Palácio das Artes.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem