PUB
Recheio 2024 Institucional

Dois filmes portugueses a concurso em festival de Berlim

Dois filmes portugueses a concurso em festival de Berlim
“As rosas brancas”, de Diogo Costa Amarante, e “Taprobana”, de Gabriel Abrantes, vão competir pelo Leão de Ouro, prémio máximo da Berlinale.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O Festival Internacional de Cinema de Berlim – Berlinale – conta, este ano, na competição oficial, com dois filmes portugueses: “As rosas brancas”, de Diogo Costa Amarante, e “Taprobana”, de Gabriel Abrantes. As duas curtas-metragens nacionais vão competir pelo Leão de Ouro, o prémio máximo do festival, sendo exibidas em estreia mundial.
Inspirado na memória, na perda e na morte, o filme “As rosas brancas” é o quinto de Diogo Costa Amarante, depois da ficção “Down here”’ (2011) e dos documentários “In January, perhaps” (2009), “We have legs/Time flies” (2008) e “Jumate/Jumate” (2007), todos eles premiados. O trabalho “Taprobana”, de Gabriel Abrantes, descrito como uma comédia que acompanha a lua-de-mel do poeta Luís Vaz de Camões, é uma coprodução entre Portugal, Sri Lanka e Dinamarca. O artista plástico e realizador já assinou filmes como “Zwazo” (2012), “Palácios de Pena” (2011) e “A History of mutual respect” (2010).
A 64.ª edição da Berlinale, que arranca esta quinta-feira com “The Grand Budapest Hotel”, de Wes Anderson, prolonga-se até ao dia 16 de feveiro.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz