PUB
CIN - Branco Perfeito

Custos financeiros e sociais da fraude em debate no Porto

Custos financeiros e sociais da fraude em debate no Porto
A terceira conferência internacional de Perceção Interdisciplinar da Fraude e Corrupção, organizada pelo Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF) e pelo Instituto de Direito Penal Económico e Europeu (IDPEE), vai realizar-se este sábado, no Porto, e pretende “incentivar investigadores de diferentes áreas disciplinares a trocar e partilhar experiências, ideias e resultados de investigação, com o objetivo de discutir desafios e políticas adotadas na batalha contra o crime económico”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A fraude económica e os seus custos financeiros e sociais, estimados em 120 mil milhões de euros na União Europeia, mas ainda por contabilizar em Portugal, estarão em debate no evento, que contará com a participação de investigadores de países como Argentina, França, Reino Unido ou Austrália. Segundo explicou a presidente da comissão organizadora, Aurora Teixeira, com a diversidade de países envolvidos na conferência pretende-se entender “a magnitude do fenómeno não apenas na economia portuguesa, mas também no contexto europeu”. A abertura do encontro estará a cargo do presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), Carlos Tavares, e do professor de criminologia da Universidade de Cardiff (Reino Unido), Michael Levi.
O evento realiza-se na Atmosfera M (rua Júlio Dinis, nº 158/160, no Porto).

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz