PUB
CMPorto

Conselho Metropolitano do Porto analisa Programa de Emergência Social

Conselho Metropolitano do Porto analisa Programa de Emergência Social

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O Programa Metropolitano de Emergência Social (PMES) – com inscrições abertas até 31 de dezembro – destina-se a apoiar os casos de “emergência social grave”, nomeadamente no âmbito da habitação, da carência alimentar, de cuidados de saúde e no apoio à educação das crianças e jovens.

O Conselho Metropolitano do Porto vai fazer, na próxima sexta-feira, um ponto da situação do Programa Metropolitano de Emergência Social (PMES), que se destina a disponibilizar um apoio financeiro excecional e temporário a agregados familiares carenciados. Criado pela antiga Junta Metropolitana, liderada por Rui Rio, o programa conta com uma verba de dois milhões de euros, provenientes dos resultados positivos da AMP no ano passado. A quantia é dividida pelas autarquias, sendo que cada família não pode receber mais de mil euros.
As candidaturas ao PMES estão abertas até ao dia 31 de dezembro, privilegiando os casos de “emergência social grave”, nomeadamente no âmbito da habitação, da carência alimentar, de cuidados de saúde e no apoio à educação das crianças e jovens. De referir que, nesta primeira reunião do Conselho Metropolitano, a decorrer na Biblioteca Municipal de Arouca, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), Emídio Gomes, apresentará aos autarcas o Quadro Estratégico Comum.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce